AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA OU AVALIAÇÃO PSICODIAGNÓSTICA

Atualizado: Fev 25






Se você está buscando uma avaliação psicológica, possivelmente foi encaminhada por algum profissional ou instituição, ou também uma busca espontânea.


Dentre as avaliações mais conhecidas e procuradas, podemos destacar: para cirurgia bariátrica, porte de arma, Detran, concursos públicos, inteligência, personalidade, seleção de pessoal, judiciário, dificuldades no processo de aprendizagem, neuropsicológica, esportiva, complementar uma avaliação diagnóstica médica etc.


O objetivo de uma avaliação psicológica é estimar o valor ou qualidade dos fenômenos psicológicos (ALCHIERI; CRUZ, 2012). É um processo científico, fundamentado em teorias e metodologias específicas.


Um processo de avaliação psicológica requer alguns passos por parte do profissional:


a) Identificar os objetivos da avaliação e as particularidades do sujeito a ser avaliado, o que permite a escolha adequada dos instrumentos a serem utilizados;


b) Coleta de informações através dos instrumentais escolhidos previamente, que podem ser: entrevistas, observações, análise de documentos, testes projetivos, testes de inteligência, etc.


c) Integração das informações e analisar se há necessidade de utilizar outros instrumentais;


d) Devolutiva do processo avaliativo.


Finalizado a Avaliação Psicológica, o profissional pode emitir um Laudo Psicológico que é um instrumento de comunicação de resultados do processo avaliativo, seguindo as normas do Conselho Federal de Psicologia.


Nele deve ser apresentado o raciocínio técnico-científico baseado em evidências, restringindo as informações estritamente necessárias a solicitação (CFP, 2007).


Importante ressaltar que a Avaliação Psicodiagnóstica deve ser considerada como uma forma específica de Avaliação Psicológica, pois é realizada no âmbito clínico (consultório), visando identificar forças e fraquezas do funcionamento psíquico (CUNHA, 2002). Podem ser avaliados no sujeito, por exemplo, aspectos da personalidade, cognitivos, inteligência, etc.


Uma das avaliações mais solicitadas, por exemplo por neuropediatras, é a Escala Whechsler de Inteligência para Crianças (WISC IV), o qual somente pode ser aplicado por psicólogos.


Como sou psicóloga e psicopedagoga, numa avaliação psicopedagógica, sempre utilizo também instrumentos que são privativos do psicólogo (além de instrumentais psicopedagógicos). Ou seja, a avaliação que realizo é mais ampla que psicopedagogos que não são psicólogos.


Uma crença que existe por muitos, é que toda avaliação psicológica tem aplicação de testes. Nem sempre! Os testes psicológicos são um dos instrumentos que podem ser utilizados, mas não necessariamente.


Dentre os outros instrumentais utilizados estão: jogos, dinâmicas de grupo, análise de documentos, visitas domiciliares, etc. Depende do objetivo e em que contexto o psicólogo está atuando.


Importante ressaltar, que geralmente os psicólogos NÃO realizam todos os tipos de avaliação. Eles acabam se especializando em determinadas áreas.


Portanto, quando for procurar uma avaliação já deixar claro ao profissional que tipo de avaliação está buscando.


Referências

ALCHIERI, João Carlos; CRUZ, Roberto Moraes. Avaliação psicológica: conceito, métodos e instrumentos. 5. ed. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2012.


CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. Cartilha sobre avaliação psicológica. Brasilia, 2007.


12 visualizações
Menu do Site
Horário de atendimento

segunda-feira: 

terça-feira: 

quarta-feira:    
quinta-feira: 
sexta-feira: 
sábado: 
domingo: 

18:00–21:00

18:00–21:00

18:00–21:00
18:00–21:00
18:00–18:00
09:00–16:00
Fechado

  • Facebook ícone social
  • Instagram

ATENDIMENTO ONLINE NO MOMENTO